1973: Morre Pablo Neruda


No dia 23 de setembro de 1973 morre Pablo Neruda.

Juntamente com quase 300 pessoas, eu, Beti, Tico e Encarnación, estávamos exilados na Embaixada do Panamá, aguardando salvo-conduto.

O maravilhoso Poeta Neruda lutava contra um câncer e desde o golpe mergulhara em grande tristeza. O saque pelos golpistas à sua casa de Santiago e a notícia da bárbara morte de Victor Jara precipitaram sobremaneira a piora em seu estado de saúde, de tal forma que sua amada Matilde o levou de Isla Negra até Santiago, onde veio a falecer.

No enterro do poeta milhares de pessoas compareceram. Nem mesmo a força da repressão da ditadura chilena conseguiu impedir o último adeus a Neruda. Seu funeral se transformou em uma manifestação contra o golpe militar.

Dento da embaixada do Panamá, emocionado, escutava a transmissão em espanhol da Rádio Moscou com uma sensação terrível de impotência e um luto imenso me invadiu pela perda do valoroso companheiro Neruda!

109 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo