Mestre Vicente e o MPB4


Em uma tarde de quarta-feira em Ribeirão Preto eu estava tomando aulas de violão com o Professor Vicente Celestino Caetano, aprendendo de sua maravilhosa harmonia, quando chega o amigo Val del Lama, um pouco agitado.

Naquela noite o grupo musical MPB4 iria se apresentar no Bar do Val, em Ribeirão Preto e Miltinho, integrante do conjunto acabara de ter um infarto, tendo sido internado em um hospital da cidade.

O pessoal do MPB4 entrou em pânico, pois precisava com urgência de alguém que pudesse acompanhar o grupo ao violão na apresentação.

Val, o dono do bar, disse aos integrantes do grupo que em Ribeirão Preto havia apenas um músico capacitado a desempenhar tal missão.

Vicente disse que aceitava o desafio e me pediu que o levasse ao Bar para passar algumas músicas com o MPB4.

Tive a honra de levá-lo até lá e presenciei seu breve ensaio com aqueles bambas da Música Popular Brasileira.

Demonstrando sua habilidade no instrumento, Vicente rapidamente se acertou musicalmente com o conjunto e já nos finalmentes, mestre Vicente perguntou: “Vocês não vão tocar “Última Forma”?

Os integrantes do grupo se entreolharam e um deles perguntou a Vicente: “Você toca essa música?”

Vicente, de pronto, respondeu: “Em que tom vocês querem?’’

Com o irretocável acompanhamento de Mestre Vicente fizeram uma memorável performance de ‘’Última Forma” e eu, espectador privilegiado daquele momento único, fiquei inebriado pois considero aquela música do repertório do grupo a que exige mais técnica e interpretação por sua rebuscada harmonia.

À noite, na apresentação, mestre Vicente foi o dono do show. Nunca tocou tanto!

A apresentação encerrou com todos os membros do MPB4 fazendo-lhe longas reverências e convidando Mestre Vicente a autografar juntamente com eles os CDs que foram vendidos aos presentes.

75 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo