Eu e a Brisa

Atualizado: Set 27




Começo de noite, atendo um telefonema e um amigo me diz que Jhonny Alf estava em Ribeirão Preto e me pergunta se poderia levá-lo em minha casa para que eu o conhecesse.

De imediato aceitei.

Seria uma honra ter em casa um dos Mestres e criadores da bossa-nova, exímio compositor e pianista brasileiro.

Chegaram e eu não podia conter minha emoção em receber a eminente figura que tanto admirava.

Jantamos e não pedi que ele tocasse, até porque seria uma indelicadeza com o ilustre visitante.

Resolvi brindá-lo com sua música mais conhecida.

Reconhecendo o notório saber de Jhonny Alf, não me aventurei a tocá-la no piano e assim interpretei “Eu e a Brisa” cantando e tocando ao violão. Nervoso, perante a presença de meu nobre convidado, não fui capaz de realizar a minha performance, errei alguns acordes e desafinei um pouco.

Entretanto, ao terminar, com a elegância de sempre, Johnny me aplaudiu e sorridente disse:

“Parabéns! Você toca muito bem”!

131 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo