A Internacional


Em 1974 eu estava exilado na Argentina e morava em Buenos Aires com diversos companheiros brasileiros e latino-americanos na rua Combate de los Pozos, em um hospital em reforma que denominamos “aparelhão”.


Esse período, que é narrado em meu livro “Tempo de Resistência”, foi marcado por investidas de agentes da ditadura militar do Brasil, que algumas vezes resultaram em sequestros e assassinatos, cujas vítimas foram alguns camaradas nossos.


Na época os esbirros da ditadura brasileira agiam em território argentino, sem que houvesse nenhuma sanção contra eles por parte do governo do país em que estávamos vivendo.


Em um dos poucos momentos de descontração, eu ao violão e alguns companheiros na percussão realizávamos uma roda de samba.


No calor da cantoria puxei a música “A Internacional” em ritmo de samba, que todos cantavam de forma animada.


Ouvindo com atenção, “Cabeza”, um camarada uruguaio, esperou terminarmos a música para dizer: “Esos brasileros querem invadir la Unión Soviética”.


Leopoldo Paulino.

109 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo